terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Ir. Cleci Cirino, pedagoga na EMEI Santa Úrsula Ledóchowska.


No dia 11 de janeiro de 2016 foi publicado pela prefeitura Municipal de Primavera do Leste uma lista de 100 professores pedagogos aprovada no concurso de 2015. O nome da Irmã Cleci Cirino estava entre os convocados.

Ela estava de férias, na família em Santa Catarina, antecipou seu retorno, fez os exames de saúde e preparou os documentos conforme a solicitação do edital e após a perícia médica e no dia 26 de janeiro tomou posse como professora de Educação Infantil na EMEI Santa Úrsula Ledóchowska. Participou da formação ofertada pela Secretaria Municipal de Educação e no dia 11 de fevereiro teve seu primeiro dia de trabalho.




 Guiada pelo espírito de Santa Úrsula que dizia que “na educação temos dupla missão: educar as crianças para o amor a Deus e à Pátria” ela se coloca a serviço com carinho, dedicação e entusiasmo.

Santa Úrsula, rogai a Deus por todas as pessoas que dedicam sua vida no ensino e na educação de crianças e jovens para que o sonho de um mundo melhor seja possível aqui e agora!


domingo, 14 de fevereiro de 2016

“Vão pelo mundo inteiro e anunciem a boa notícia para toda a humanidade”(Mc 16,15).



Foi com este caloroso chamado que no dia 1º de fevereiro de 2016, a jovem Natalha Kelly Candido Silva, de apenas 18 anos, respondeu ao chamado de Deus.

A Congregação das Irmãs Ursulinas do Coração de Jesus Agonizante se alegra com o sim corajoso da jovem, que veio de Campinápolis -MT e deseja fazer uma experiência vocacional, aprofundando seu chamado por meio de uma vivência fraterna e íntima com Deus.



Natalha Kelly, a comunidade das Irmã Ursulinas CJA de Primavera do Leste- MT te acolhe com imensa alegria. Que seja o inicio de uma bela caminhada, e que pelo chamado ardente de “VEM E SEGUE-ME” (Mt 19,21),  possas a cada dia perceber as graças de Deus na sua vida.

Seja bem Vinda Natalha!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Jovens vocacionadas na comunidade ursulina






No Domingo de Carnaval, 07 de fevereiro de 2016,as duas comunidades Ursulinas de Primavera do Leste MT, reuniram-se no Parma Vida para um dia de convívio e alegrar-se com a chegada da jovem Natália que veio para iniciar a sua caminhada na Congregação. 






Outra alegria foi a chegada da mãe da aspirante Gabriela, Sra. Luciana que veio de longe ( Campo Grande MS) para visitar a filha e conhecer onde ela vive sua caminhada vocacional.




Iniciando o ano letivo em Primavera do Leste MT



Em Primavera do Leste MT, irmã Iradi Canan vem preparando o início do ano letivo das duas escolas que acompanha dentro da parceria entre a Diocese de Primavera do Leste – Paranatinga com a Prefeitura Municipal:
Escola Maria Dallafiora Costa (Projeto Parma Vida) com 415 alunos de 06 a 11 anos de idade (1º ao 5º ano do ensino fundamental) onde as crianças permanecem das 07h às 16h recebendo 3 refeições, aulas regulares e complementação com oficinas pedagógicas. Um grupo de aproximadamente 70 pessoas trabalham nesta entidade. 

EMEI Santa Úrsula Ledóchowska é uma escola de educação infantil para crianças de 04 a 05 anos de idade em período parcial acolhendo aproximadamente 240 alunos e contando com o trabalho de 25 profissionais.

Com santa Úrsula queremos nos dedicar ao bem e à felicidade destes pequeninos. 

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Encerramento do Ano da Vida Consagrada em Primavera do Leste

A Vida Consagrada, dom de Deus na Igreja e no mundo, recebeu o carinho do Papa Francisco que dedicou a ela um ano especial. Neste ano os religiosos e religiosas foram convidados pelo Papa para retomar o seu SIM com alegria, com esperança e como novo dinamismo por amor a Jesus Cristo. 
No domingo, dia 31 de janeiro de 2016, na Catedral São Cristóvão, a Diocese de Primavera do Leste - Paranatinga, com uma missa presidida pelo Bispo Diocesano Dom Derek J. C. Byrne, marcou a conclusão este ano dedicado à Vida Consagrada. 

Estiveram presentes as Congregações que vivem sua missão em Primavera do Leste: Irmãs Benenditinas da Divina Providência, Padres Salesianos e nossas duas comunidades das Irmãs Ursulinas CJA. 
Aproveitando deste momento de fé e gratidão o Bispo acolheu as Irmãs que retornaram a esta cidade para a missão neste ano: Ir. Narcisa ( Divina Providência) e as Irmãs Ursulinas: Rosa Nita Pilonetto, Lourdes Bonatto e Cleci Cirino.


Que o seguimento de Jesus Cristo nos mantenha sempre unidas no seu amor.

Vocação ao Serviço na evangelização....

Ítalo Berto ( Jornal O DIÁRIO)
Em 1985 foi a primeira vez que a Irmã Rosa Nita Piloneto veio morar em Primavera do Leste. Após passar por várias missões, uma delas nas Filipinas, no continente asiático e em outros Estados do Brasil, ela retornou para Primavera na sexta-feira (29). A religiosa confessou estar surpresa com o desenvolvimento da cidade e garante que continuará vivendo a simplicidade do Evangelho e seguir as orientações do Papa Francisco.
Quando chegou ao sul de Mato Grosso, quando Primavera do Leste ainda não tinha passado pelo processo de emancipação, Irmã Rosa relembra que a comunidade era pacata e familiar, onde todos se conheciam.
Ela trabalhava junto com o padre Onesto Costa, e garante ter adquirido boas experiências religiosas e de humanidade com um dos principais homens que passou por essas terras.
“Ele era um idealizador de vida completa, na educação da fé e cidadania. Sempre colocava o próximo como o centro de suas atenções”, relembrou.
A religiosa destacou que Onesto Costa, sempre que surgia um novo lote na cidade, comprava parte do espaço, pensando no futuro. “Os terrenos eram comprados com a ajuda dos muitos amigos que ele tinha. O objetivo era construir centros comunitários. O padre acreditava no desenvolvimento de Primavera, e dizia que as construções serviriam para que, futuramente, fosse uma igreja”, ressaltou.
A antiga Igreja São Francisco, por exemplo, por anos foi uma creche, obra de padre Onesto Costa.

EVOLUÇÃO
A moradia onde está instalada Irmã Rosa, na Avenida São João, foi construída por padre Onesto Costa. “No começo aqui era tudo Cerrado, haviam cavalos, seriemas, emas e toda uma natureza ao redor da casa. É impactante ver tudo isso diferente”, relatou.

ESTÁ NA HISTÓRIA
Padre Onesto saiu da Itália rumo ao Brasil no dia 03 de julho de 1979. Veio no navio chamado Eugênio Costa, numa viagem de 11 dias. Chegou ao Porto de Santos no dia 14 de julho e foi para Londrina, no Paraná. Ali ficou apenas alguns dias e depois foi para Jussara, em Goiás.    

IRMÃ DIZ TER APRENDIDO OLHAR PARA O FUTURO

“Foi uma das coisas que aprendi com o padre, e isso me ajudou na missão nas Filipinas”
Uma das histórias que está presente na memória de Irmã Rosa eram as missões que cumpria junto com Onesto Costa. “Lembro que ele gostava de ir para as fazendas, rezar por aquelas pessoas que estavam mais distantes. Em tempos de chuvas, com as estradas tomadas pelo barro pensávamos que não compensaria o esforço e que ninguém estaria o esperando, mas ele dizia ‘Jesus vai mais longe por uma pessoa só’. para ele, não era interessante a quantidade”, lembrou a religiosa.
Outra qualidade que marca a Irmã o acolhimento a todas as pessoas que por ele buscavam.  “Ele sempre tinha um lugar para quem vinha de longe. Independente do horário, abria a porta para quem precisava de ajuda e a acolhia”, disse.
A freira acredita que estes são gestos que faltam na humanidade. “Hoje as pessoas não costumam dar abertura para as necessidades do outro”, comentou.
A bondade do memorável padre Onesto Costa também contribuiu para a missão da Irmã Rosa durante o tempo que ela esteve nas Filipinas. Ela morou no país por cinco anos.
Quando voltou para Primavera pela segunda vez, continuou a acompanhar o padre, e esteve ao lado do sacerdote quando ele morreu, em 28 de dezembro de 2008.
Após 37 anos do voto, Rosa Nita afirma não se arrepende de tudo o que viveu. “Retomaria todo o meu caminho se fosse preciso. Quem segue o caminho de Deus renova a cada dia os planos do Senhor em nossas vidas”, destacou.

VOCAÇÃO
Desde os 15 anos Irmã Rosa Nita diz que já tinha a vocação para a castidade. Segundo ela, sua família era bastante religiosa. “Eu era incentivada a levar uma vida cristã. Passei pelo processo de conhecer o que era seguir esse caminho e com 25 anos, em 1979, fiz o voto”, contou.
CAMINHADA NA FÉ


Quando esteve fora de Primavera do Leste, Rosa Nita realizou missões no Estado onde nasceu (Rio Grande do Sul), em Curitiba/PR, e em outras cidades de Mato Grosso, como Alto Coité, distrito de Poxoréu e Cuiabá, onde esteve nos últimos sete anos. A Irmã também estudou um período em Roma.

Parabéns Ir. Cleci Cirino

Dia 04 de novembro... nossa gratidão a Deus! Ir. Cleci.... desejamos a você um Feliz Aniversário! "Uma alma radiante j...